SABE PORQUE UNS CONSEGUEM E OUTROS NÃO ?

Se todos começamos da mesma maneira, ou seja, alguém te ensinou a montar o sax, a colocar a palheta na boquilha, a fazer a embocadura e depois colocar os dedos no sax, arrumar sua postura no instrumentos, aprender as notas o nome delas, enfim aprendeu a tocar o instrumento.
Mas por que uns vão mais longe enquanto outros simplesmente estacionam?
Essa pergunta eu sempre carreguei comigo desde muito cedo, quando eu comecei a estudar o saxofone, e eu descobri o porquê: descobri que o que faz a grande diferença não é a marca do sax ou da boquilha, e muito menos a idade. O que a faz é a força de vontade que cada um carrega consigo. E isso não implica só querer. É necessário ter atitude, e este é o grande segredo do sucesso musical de alguns.
Fazer, fazer por prazer, sem espera de um resultado imediato. Simplesmente fazer, e deixar o resultado tornar-se consequência.  As vezes improvisamos mal, trocamos as notas, perdemos o ritmo , erramos uma série de coisas. Mas erros não são resultados e sim indicadores que, por meio da prática, mostram o caminho do acerto. Por isso digo que não existe resultado para um músico, e sim consequência  dos estudos.
Se você for a pessoa mais talentosa do mundo, ainda sim a sua consequência  será desastrosa se não tiver uma disciplina para trabalhar este talento. O talento nunca levou ninguém a lugar nenhum. Guarde bem estas palavras: Na música, o talento por sí só não é o suficiente quando se trata de um instrumentista. É preciso trabalhar esse talento e a improvisação. Por mais que você pense que seja talentoso, estará cometendo um erro ao desprezar o trabalho, pois a improvisação é uma consequência não do talento, mas sim do trabalho, do fazer, e é nisso que você precisa acreditar. Isso sim faz a diferença. Como eu já havia dito, o trabalho e a disciplina desenvolvem o talento. O talento isolado é imóvel, é só o talento nato de cada um, que muitas e muitas vezes é superado pelo talento trabalhado de outros músicos e artistas, que nem sempre nasceram com o mesmo privilégio .Se Deus te deu asas…porque não voar ? Deus nos deu a capacidade de sermos melhores e espera isso de nós.
Então, mesmo que você sinta que seu talento é pequeno, acredite na sua capacidade para desenvolver seu talento em um nível tão alto que assustará até os mais talentosos dos mortais, porque o talento nato não cresce. O talento é uma pedra bruta que só terá valor se for lapidada, do contrário não valerá nada aos olhos das pessoas que o olharem! Por isso acredite na sua lapidação, no seu trabalho, e se esforce para fazer algo, pois é essa a única maneira de você mesmo superar o seu próprio talento e assim conseguir vitórias e mais vitórias que serão muito mais importantes e verdadeiras para você. Elas terão maior valor pois serão conquistadas pelo seu trabalho, pois você não nasceu rico, você se fez rico de talentos que jamais existiriam sem o seu trabalho e esta é a grande diferença entre os músicos. 
Os que tem pouco talento geralmente são os que tem a maior força de vontade e fazem o talento deles mesmos parecer insignificantes perto da grande consequência  de seus trabalhos.
Por isso acredito no seu estudo, no seu fazer, na sua disciplina, e você mesmo verá seu talento crescer e dar os frutos que jamais havia imaginado. Basta você dar ao seu talento a chance de poder crescer, assim como fez e fazem tantos artistas neste imenso planeta por tantos e tantos anos. “Acreditando e trabalhando para desenvolver”. O resto é sem importância, é uma simples consequência do que fazemos ou não fazemos.

Abs Prof.Ivan Meyer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *